Menu





Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

A aliança

30 AGO 2015
30 de Agosto de 2015

A aliança é um símbolo eterno para os casais em todas as suas fases. No namoro, a aliança de prata na mão direita, no noivado passa para as alianças de ouro branco ou amarelo e a última, e mais desejada, a de casamento em ouro na mão esquerda. Existem algumas histórias em torno dessa tradição da aliança, muitas delas nasceram há muito séculos atrás em civilizações passadas e se aperfeiçoaram ao longo do tempo. O mais legal é que esse costume passou de geração em geração e existe até hoje. Que mulher não sonha em ter um símbolo de aliança eterna com o homem que ama e vice-versa? Separamos 3 histórias diferentes sobre a aliança e a posição que ela ocupa na mão, confira.

1 – Círculo sem fim

Essa teoria, que virou prática, nasceu com os egípcios que usavam o anel para simbolizar o matrimônio. O anel é um círculo e não tem fim, por isso a civilização egípcia escolheu esse objeto como a aliança que representa a união e destino do casal à eternidade.

2 – Veias que levam ao coração

Anos mais tarde os gregos fizeram a descoberta do magnetismo, isso ajudou a melhorar a teoria dos egípcios em relação à aliança e definir um “dedo correto” para usar o anel. Só que não era qualquer anel, era um circulo imantado, por isso o magnetismo é a chave dessa teoria. Eles também escolheram o quarto dedo, pois acreditavam que existia uma veia nele que se ligava diretamente ao coração e diziam que isso era uma maneira de o casal estar sempre conectados e atraídos um pelo outro, da mesma maneira que dois imãs se atraem.

aliança2

3 – A lenda chinesa das mãos

Os chineses usam uma brincadeira com os dedos para representar o porquê da aliança ficar no quarto dedo da mão esquerda. É muito simples, além de fazer muito sentido. Junte as palmas da sua mão e seus dedos, de maneira que a junção dos dedos médios fique apontada na direção do seu rosto. Tente separar os polegares, você conseguirá, pois eles representam os seus pais que te criaram, mas um dia vão ver você voar sozinho. Agora tente separar os dedos indicadores, também irão se separar, eles representam seus irmãos e amigos que passaram pela sua vida, mas terão as suas vidas para cuidar e não estarão sempre “grudados” com você.

Agora, tente separar o mindinho. Ele também irá se separar, pois representa seus filhos no futuro, que você colocará no mundo, irá educa-los, mas que com o tempo eles já poderão se cuidar sozinhos. Por último tente separar o anelar, ele não se separa ou se separa com muita dificuldade. Ele representa a união entre marido e mulher, pois estão destinados a viverem juntos a vida inteira, sem se separar. Lindo, não é mesmo?

Voltar

Radio e Portal Multimídia FDN...
Santa Rita - Paraíba - Brasil
fdn@radiowebfamiliadenazare.com
fone (83) 3229 - 2042

.

Whatsapp Fdn
083986090343

2017 FDN WEB